quinta-feira, maio 29, 2008

Neuropróteses em tarefa funcional. Experiência em Macacos

Artigo da Nature referido em notícia da BBC (link)



Monkeys have been able to control robotic limbs using only their thoughts, scientists report.

The animals were able to feed themselves using prosthetic arms, which were controlled by brain activity.

Small probes, the width of a human hair, were inserted into the monkeys' primary motor cortex - the region of the brain that controls movement.

Writing in Nature journal, the authors said their work could eventually help amputees and people who are paralysed.

Lead researcher Dr Andrew Schwartz, who is based at the University of Pittsburgh School of Medicine, said: "We are beginning to understand how the brain works using brain-machine interface technology.

"The more we understand about the brain, the better we'll be able to treat a wide range of brain disorders, everything from Parkinson's disease and paralysis to, eventually, Alzheimer's disease and perhaps even mental illness."



Documentário na Nature (link)



Há 8 meses atrás já era possível saber:



Ao observar estes filmes, parece que a geração de esquemas de movimento pelo córtex motor não necessita de informação proprioceptiva, aparentemente é suficiente a informação visual para ajustar o movimento... Any comments?

2 comentários:

senutna disse...

Não sei se o movimento é completamente controlado e eficiente "á primeira", ou após algum treino.
Ainda assim, fantástico! (Abriu-se mais uma caixa de Pandora?)

Nuno disse...

Os amputados do membro superior são capazes de controlar perfeitamente as suas próteses apenas com a informação visual.A proprioceptividade é apenas um dos mecanismos que nos permite o controlo espacial do movimento.A visão é outro.O labirinto é um terceiro.Os problemas surgem quando temos afectados DOIS dos sistemas de controle e não apenas um.Por esse motivo pedimos aos doentes para fecharem os olhos quando testamos a proprioceptividade.Controlo de movimento sem proprioceptividade?Perfeitamente possível desde que tenhamos o feedback visual.